Neti Kriyá – como fazer

Não é surpreendente que a prevalência de Rinite e Sinusite em todo o mundo continue aumentar, já que se observam níveis crescentes de poluição e de urbanização.

Aqueles que já experienciaram esta técnica vão confirmar os imensos efeitos, incluindo o descongestionamento das seios da face, bem como a diminuição da frequência, ou mesmo a eliminação por completo, de resfriados e Sinusites.

A Base Científica para Jala Neti Kriya

Em seu resumo, “A base científica para algumas práticas de Yôga em caso de Sinusite”, o Dr. Ananda Bhavanani diz que “a solução salina isotônica melhora a depuração mucociliar, dilui o muco e pode diminuir a inflamação.”

 

Isto é apoiado por Dr. Marple, professor de otorrinolaringologia da Universidade do Texas, que afirma que “a irrigação nasal com solução salina é uma intervenção altamente eficaz, minimamente invasiva para pessoas que sofrem de problemas nasais.”

A pesquisa do Dr. Ananda revelou que a irrigação nasal com solução salina, ou Jala Neti Kriya, pode efetivamente melhorar a drenagem dos seios da face, sendo que quando realizada diariamente, apresentou uma eficácia global na redução dos sintomas da Sinusite em 70% dos pacientes.

Apesar de todas as evidências dos benefícios que a higienização nasal e dos seios paranasais traz, pela retirada de incrustações e toxinas acumuladas, a comunidade médica, em grande parte, parece ainda desconhecer este tratamento preventivo, simples, seguro e altamente eficaz.

O que é Sinusite?

Sinusite significa que os seios da face (seios paranasais) estão infectados ou inflamados. Os seios paranasais são cavidades de ar que se desenvolvem nos ossos da face e se abrem dentro do nariz. Tais cavidades servem para a troca livre de ar e muco, e cada qual junta-se com as passagens nasais por uma membrana mucosa envoltória. Desta forma, qualquer coisa que cause o inchaço dentro do nariz, como reação alérgica, infecção, etc, pode afetar os seios paranasais. O ar aprisionado dentro do seio paranasal bloqueado, juntamente com pus e outras secreções, pode causar pressão na parede dessas cavidades, provocando dores de cabeça.

O que é Rinite?

Rinite é uma inflamação das mucosas do nariz. As causas são várias: desde resfriados, produtos químicos irritantes, até medicamentos e alergia. Seus sintomas são muito parecidos com outros problemas de saúde, levando as pessoas a pensar que Rinite é um resfriado que não passa ou uma “Sinusite” acompanhada de dor de cabeça crônica.

Como fazer?

 

1.   Aqueça 500ml de água filtrada ou mineral até ficar levemente morna;

2.   Adicione uma colher de chá rasa de sal de cozinha;

3.   A água morna tem função vasodilatadora e o sal (cloreto de sódio), dissociando-se em cloro e sódio, age como bactericida e anti-séptico. O sal ajuda, ainda, a proteger o revestimento da mucosa nasal, bem como manter sua hidratação, tornando-a mais resistente aos agentes alergênicos como fungos e ácaros. A água sem o sal irrita a mucosa, causando ardência e ressecamento.

(no lugar de agua com sal pode se utilizar soro fisiológico, não precisando assim colocar sal)

4.   Coloque a água com sal no lôta (recipiente apropriado para executar essa tecnica, veja imagem acima) até encher;

5.   Introduza o bico do aparelho numa das narinas de modo que se encaixe perfeitamente, incline a cabeça para frente e para o lado deixando a boca entreaberta e respire pela boca devagar;

6.   Vá inclinando o lôta para que a água entre pela narina e espere que ela saia do outro lado;

7.   Use todo o conteúdo de um lado e assoe o nariz devagar;

8.   Repita o procedimento para o outro lado;

9.   Em seguida, assoe o nariz vigorosamente várias vezes sem tampar nenhum dos lados.

Como evitar os erros mais comuns:

1.   Se você estiver na pia do banheiro não olhe no espelho. Olhe para seu cotovelo que deve estar elevado.

2.   Não incline demais a cabeça para o lado, a água pode escorrer para a garganta, não tem problema nenhum, mas não é adequado.

3.   Não abra demais a boca para respirar, relaxe deixe apenas entre aberta.

Texto estraído do site da Unidade Pinheiros, http://www.metododerosepinheiros.com/, lá você vai encontrar mais textos interessantes.

Esta entrada foi publicada em Técnicas, Textos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>