Saia do cárcere ilusório

Você pode mudar. Sempre há opção. As conseqüências de seus atos são responsabilidade sua. Evite culpar os outros pelo que acontece em sua vida.

Sim, por um lado, você é influenciável pelo meio. Você não falaria a língua que você fala se você fosse totalmente alheio ao ambiente ao redor. Então, claro, o seu pensamento não é tão diferente assim daqueles que estão ao seu redor. Você é o somatório de idéias, experiências e sentimentos de todos aqueles que freqüentam seu habitat.

Por outro lado, responsabilize-se pelo que acontece ao seu redor. Pois você não é uma vítima desse ambiente. Sempre há a opção de reagir contra, a favor, de maneira nula, etc. Esses elementos que te cercam influenciam seus pensamentos e ações, mas de maneira alguma determinam o que você faz. Assuma sua condição de ser humano livre.

Responsabilize-se pelas suas escolhas. Você que escolheu o lugar onde trabalha, a família que te cerca e os amigos que te acompanham. Desde os tempos mais remotos de sua maturidade houve opção e sempre vai existir opção para mudar de cenário. Portanto, escolha bem onde quer estar e com quem quer estar. Escolha o que vai te influenciar. Às vezes, tomar uma decisão de ruptura pode ser difícil, pois muitas conseqüências dessa decisão podem ser duras emocionalmente. Mas vale a pena assumir o risco de passar por dificuldades.

Antes assumir a dificuldade de ser livre, do que a assumir o pesado fardo de um cárcere ilusório.  Pois o segundo é muito pior. Assumir a dificuldade de ser livre leva, aos poucos, até a certeza de que se está no caminho da maturidade e do autoconhecimento. Constrói-se uma visão clara de si mesmo, nos erros e acertos. O contrário ocorre com quem se vê vítima do ambiente. Com facilidade, esses dizem para si mesmos “não pude fazer nada”, “eu não tinha opção”, “fazer o quê, as coisas aqui são assim mesmo”. Dessa forma, não têm clareza do que de fato poderiam fazer para se aprimorar. Muito mais nobre é assumir a responsabilidade pelo próprio destino, pois assim constrói-se a melhor versão de si mesmo.

Marcos Eiji

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>